Destinos

Destinos
Destinos

Dicas

Dicas
Dicas

Hotéis e Gastronomia

Hotéis e Gastronomia
Hotéis e Gastronomia

A cidade mais Harry Potter que você vai ver: Edimburgo, Escócia

escócia-harry-potterEdimburgo, Escócia. Foto por Milena Beledelli.

Alguns anos atrás, para celebrar meus 22 anos, meu marido e eu fizemos uma pequena viagem à Escócia. Eu sempre tive muita curiosidade de conhecer o país famoso pelo whisky, castelos assombrados e o monstro do lago Ness. 

Chegamos em Edimburgo de noite e pegamos um ônibus até nosso hotel. O ônibus tinha dois andares e corria como se fosse o fim do mundo, o que me lembrou instantaneamente de Harry Potter.
rua-em-edimburgo-escóciaPrinces Street. Foto por Milena Beledelli.

Na manhã seguinte começamos nosso passeio pela Princes Street, a rua principal da cidade. A Princes Street também tem diversos jardins e lojas, além do Scott Monument, um monumento de 60 metros em homenagem ao poeta escocês Sir Walter Scott. Ao lado do monumento observamos um homem vestido com um “kilt” (saia masculina escocesa que é utilizada com diferentes padrões de tartã e sem cuecas) tocando uma gaita escocesa. Nos sentimos em um filme!
monumento-em-edimburgo-escóciaScott Monument. Foto por Milena Beledelli.

kilt-escocesHomem tocando gaita escocesa. Foto por Milena Beledelli

Depois da Princes Street caminhamos até a Cidade Velha de Edimburgo em uma área chamada de Grassmarket. O lugar é incrível e possui diversas lojinhas em prédios da era medieval que oferecem produtos em lã, artesanato local, além de restaurantes com a melhor comida da cidade e vários pubs. Enquanto a Princes Street está rodeada por lojas de grandes nomes ou destinadas à um grande público, as lojas da Cidade Velha são pitorescas e mostram a verdadeira cultura local.  
rua-em-edimburgo-escóciaGrassmarket. Foto por Milena Beledelli.

Ainda mais interessados na história da cidade, fomos até o Castelo de Edimburgo, que pode ser visto à partir de vários pontos da cidade. O castelo, além de ser considerado o maior símbolo da cidade (aparecendo até no Brasão de Edimburgo), é a atração turística mais visitada da Escócia e abriga atualmente as jóias da coroa do país. 

castelo-mal-assombrado-escóciaCastelo de Edimburgo. Foto por ??

Para tentar entender um pouco mais sobre a era medieval em Edimburgo e porque a cidade é tão conhecida por sua “ligação com o sobrenatural”, decidimos fazer o tour “The Real Mary King’s Close”. Nos anos 1600, o “Mary King Close” era um bairro com pessoas alegres e constante comércio, até que a peste negra invadiu suas ruas e com ela trouxe miséria e mortes. O “Close” é agora subterrâneo e desocupado desde 1902. Em suas ruelas escuras, ouvimos histórias sobre as pessoas que ali moravam e como era a vida na era medieval. O tour é super interessante e tem inclusive alguns atores retratando o passado triste do local. O Mary King’s Close também é tido como assombrado, e diversas pessoas ja reportaram ter visto presença de fantasmas no local. Um desses fantasmas (que foi visto por várias pessoas) é de um menininha, que agora recebe brinquedos de turistas que visitam o “Close”. Caminhar pelas ruas subterrâneas do local, no escuro e então ver brinquedos deixados para um fantasma é realmente assustador! 

igreja-em-edimburgoSt. Giles Cathedral. Foto por Milena Beledelli.

Para fugir um pouco do lado “dark” de Edimburgo, fomos à Camera Obscura, que é considerado o melhor passeio estilo “família” da cidade. A Camera Obscura é composta por 5 andares chamados “Mundo das Ilusões”, com labirintos espelhados, túneis de vertigem, ilusões de óptica e truques como o quarto do encolhimento. O melhor de tudo é, porém, a vista panorâmica de 360 graus de Edimburgo no topo da Camera. De lá é possível ver o ponto mais alto da cidade: a Catedral de Santa Maria (Saint Mary’s Cathedral) e a Royal Mile, um conjunto de ruas movimentadas do centro histórico de Edimburgo. A Camera Obscura é o mais antigo centro de lazer comercial de Edimburgo, tendo sido construído em 1835. Os ingressos dão direito à múltiplas entradas no lugar desde que você visite-o no mesmo dia.
rua-em-edimburgo-escóciaRoyal Mile. Foto por Milena Beledelli.

Para fechar Edimburgo com chave de ouro, não poderíamos deixar de visitar a estátua de Greyfriars Bobby. Bobby era um cãozinho que depois de dois anos felizes ao lado de seu dono perdeu seu maior companheiro devido à tuberculose. Bobby ficou ao lado to túmulo de seu dono (que foi sepultado no cemitério Greyfriars, ao lado da Igreja Greyfriars) durante nada menos que 14 anos, até sua própria morte. Bobby era alimentado pelo zelador do cemitério e ganhou o carinho de todos na cidade. Alguns anos após sua morte, uma estátua em sua homenagem foi erguida e é hoje um dos pontos mais fotografados de Edimburgo. E, além disso, bem pertinho da estátua de Greyfriars Bobby fica o Elephant House, o café onde o primeiro livro de Harry Potter foi escrito por J.K. Rowling.

bobby-o-cao-que-ficou-ao-lado-do-tumulo-do-donoEu e o Bobby. Foto por Sebastian Manske.

Edimburgo é uma cidade única, com uma arquitetura impressionante, povo alegre e características que a tornam imperdível. Seja por Harry Potter, pelo whisky ou pelos fantasmas, uma vez na vida deixe-se surpreender por Edimburgo.

Um comentário