Destinos

Destinos
Destinos

Dicas

Dicas
Dicas

Hotéis e Gastronomia

Hotéis e Gastronomia
Hotéis e Gastronomia

10 Atrativos Turísticos Imperdíveis em Berlim, Alemanha




Berlim é uma das cidades mais interessantes da Europa: tem estilos arquitetônicos que vão do gótico, ao barroco ao modernismo; tem áreas super urbanas e parques incríveis como o Tier Garten, onde fica o Zoológico de Berlim; e tem ainda uma população que é considerada a mais "mente aberta" da Alemanha, celebrando a diversidade através de eventos como paradas gay e festivais da cultura. 


Apesar de ser uma tarefa muito difícil, esse post lista os 10 pontos turísticos imperdíveis da cidade. Mas lembre-se: Berlim também oferece diversos tesouros escondidos e lugares alternativos que a fazem ser ainda mais singular.


Portão de Brandemburgo
O Portão de Brandemburgo é o cartão postal mais famoso da Alemanha. Em estilo neo-clássico, foi erguido no século XIII e até hoje representa paz e união. Ao redor do Portão de Brandemburgo fica também a Embaixada Americana e diversas lojas e cafés. No Reveillon, o Portão de Brandemburgo também é o principal palco para fogos de artifício.

Catedral de Berlim
A Catedral de Berlim é o meu ponto turístico preferido na cidade. Além da edificação ser linda, com 7€ você pode fazer um tour por ela e ainda subir até seu topo tendo uma vista panorâmica incrível de Berlim. Uma das maiores curiosidade sobre a Catedral é que ela não é Católica, como a maioria dos turistas pensa, mas sim Protestante.



Ilha dos Museus
A Ilha dos Museus fica logo em frente à Catedral de Berlim e representa um conjunto de 6 museus e galerias que tem exposições e artes famosas no mundo inteiro, como o busto de Nefertiti, no Neues Museum. O conjunto de museus é chamando de Ilha dos Museus por ser cercado pelo rio Spree, de onde também é possível fazer passeios de barco pela cidade.



Memorial dos Judeus Assassinados da Europa
O Memorial dos Judeus Assassinados da Europa, também conhecido como Memorial do Holocausto, é um memorial que ocupa uma quadra inteira de Berlim. A obra do arquiteto Peter Einsenman é um conjunto de blocos que parecem tumbas. Quanto mais você caminha pelo monumento, mais altas essas "tumbas" parecem e maior a sensação de um lugar claustrofóbico, triste e agonizante. Todos esses sentimentos representam brilhantemente o desespero dos judeus assassinados durante a II Guerra Mundial. O Memorial do Holocausto fica pertinho de outros atrativos, como o Portão de Brandemburgo e o Prédio do Parlamento. Atenção: é considerado extremamente desrespeitoso tirar selfies e fotos sorridentes neste lugar.



Prédio do Parlamento
O Prédio do Parlamento é um dos edifícios mais marcantes de Berlim. Em 1933 foi muito danificado por um fogo, que dizem ter sido um pretexto de Hitler para forçar ainda mais a ditadura Nazista. Depois disso o Prédio do Parlamento virou nada mais que ruínas por anos, até que em 1990 foi decidido que o Parlamento seria restaurado nesse local após o sucesso da reunificação alemã em 1989. Atualmente os parlamentares alemães exercem seu serviço no prédio enquanto turistas são bem vindos à passearem por sua cúpula de vidro que tem uma visão de 360 graus de Berlim. As visitas ao Prédio do Parlamento são gratuitas, mas você precisar registar-se no site do Parlamento escolhendo o dia e o horário em que planeja visitar esse prédio de tanto valor histórico.



Alexanderplatz
A Alexanderplatz, simplesmente chamada pelos alemães de "Alex" é a maior praça da Alemanha. Nessa área você encontra diversas lojas e restaurantes, além do Weltzeithur - um relógio gigante que mostra as horas em diferentes países do mundo (inclusive o horário de Brasília para o Brasil) e a Fernsehturm, a famosa Torre da TV de Berlim. A Torre da TV é o monumento mais alto de Berlim e também oferece a possibilidade de subir até o seu observatório, que fica a 203 metros de altura do chão. 



Galeria do East Side
Em alguns lugares de Berlim é possível ver alguns pedaços do seu muro. Entretanto, nenhum lugar é como a Galeria do East Side, onde o muro segue intacto por longos 1.3 km! Como o nome diz, essa parte do muro de Berlim virou uma verdadeira galeria, com pintores e grafiteiros do mundo todo criando obras em homenagem ao fim da Alemanha Oriental e Ocidental e a sua reunificação. O melhor de tudo é que passear por lá também é de graça. 



Palácio de Charlottenburg
O Palácio de Charlottenburg está para Berlim como Versailles está para Paris. É o Palácio mais pomposo da era Hohenzollern na Alemanha, com jardins e salas luxuosas, além de obras de arte impressionantes. O Palácio e seus jardins foram construídos para serem a Residência de Verão da Rainha da Prússia, Sophie Charlotte - sim, como a atriz -. 



Igreja Memorial Kaiser Wilhelm
A Igreja Memorial Kaiser Wilhelm é outro pedaço de história que continua vivo em Berlim. A Igreja foi fortemente danificada durante a Guerra e seus 5 sinos, os maiores da Alemanha depois dos sinos da Catedral de Colônia, foram derretidos para virarem munição. A Igreja foi restaurada mas grande parte de suas ruínas foram mantidas como símbolo eterno do horror da Guerra em Berlim.



Checkpoint Charlie
O Checkpoint Charlie era o mais famoso ponto de travessia entre o leste e o oeste Alemão. Por esse fato, além de ser um importante marco da Guerra Fria, também era um ponto muito comum de tentativas de fuga do leste - ocupado pela Rússia comunista - para o oeste - visto como o lado democrático, ocupado pelos Estados Unidos, Reino Unido e França. O Checkpoint em si não é nada impressionante, mas por ser de importância histórica continua a atrair milhões de turistas.




- English Version -

Berlin is one of the most interesting cities in Europe: it has architectural styles ranging from Gothic, Baroque to modernism; it has super urban areas and incredible parks like the Tier Garten, where the Berlin Zoo is; and it still has a population that is considered the most "open minded" of Germany, celebrating diversity through events such as gay parades and culture festivals.

Despite being a very difficult task, this post lists the 10 must-see sights of the city. But remember: Berlin also offers several hidden treasures and alternative places that make it even more unique.

Brandenburg Gate
The Brandenburg Gate is the most famous postcard in Germany. In a neo-classical style, it was erected in the 13th century and to this day represents peace and unity. Around the Brandenburg Gate is also the American Embassy and several shops and cafes. In New Year's Eve, the Brandenburg Gate is also the main stage for fireworks.



Berlin Cathedral
The Berlin Cathedral is my favorite tourist spot in the city. Besides seeing the beautiful building itself, with € 7 you can take a tour through it and go to its top having an incredible panoramic view of Berlin. One of the biggest curiosities about the Cathedral is that it is not Catholic, as most tourists think, but Protestant.



Museum Island
Museum Island is right in front of the Berlin Cathedral and represents a collection of 6 museums and galleries that have exhibitions and famous artworks from around the world, such as the Nefertiti bust at the Neues Museum. The set of museums is called Museum Island because it is surrounded by the River Spree, from which it is also possible to take boat trips around the city.



Memorial of the Murdered Jews of Europe
The Memorial of the Murdered Jews of Europe, also known as the Holocaust Memorial, is a memorial that occupies a whole square of Berlin. The work of the architect Peter Einsenman is a set of blocks that look like graves. The more you walk through the monument, the higher these "graves" look and the greater the feel of a claustrophobic, sad and agonising place. All these sentiments brilliantly represent the despair of the Jews murdered during World War II. The Holocaust Memorial is close to other attractions, such as the Brandenburg Gate and the Parliament Building. Attention: it is considered extremely disrespectful to take selfies and "happy" photos in this place.



Parliament building
The Parliament Building is one of the most striking buildings in Berlin. In 1933 it was greatly damaged by a fire, which is said to have been a pretext from Hitler to further force the Nazi dictatorship. After that, the Parliament Building became nothing but ruins for years, until in 1990 it was decided that Parliament would be restored there after the success of the German reunification in 1989. Nowadays the German parliamentarians exercise their service in the building while tourists are welcome to stroll through its glass dome that has a 360 degree view of Berlin. Visits to the Parliament Building are free, but you need to register on the Parliament's website by choosing the day and time of when you plan to visit this building of such historic value.



Alexanderplatz
Alexanderplatz, simply called by the Germans "Alex" is the largest square in Germany. In this area you will find several shops and restaurants, as well as the Weltzeithur - a giant clock that shows the time in different countries of the world (including Brasília time for Brazil) and the Fernsehturm, Berlin's famous TV Tower. The TV Tower is the highest monument in Berlin and also offers the possibility to climb to its observatory, which is 203 meters high from the ground.



East Side Gallery
In some places in Berlin you can see some pieces of the Berlin Wall. However, no place is like the East Side Gallery, where the wall remains intact for a long 1.3 km! As the name says, this part of the Berlin Wall became an open gallery, with painters and graffiti artists from around the world creating artworks in honor of the end of East and West Germany and their reunification.



Charlottenburg Palace
The Charlottenburg Palace is to Berlin what Versailles is to Paris. It is the most pompous Palace of the Hohenzollern era in Germany, with gardens and luxurious rooms, as well as impressive works of art. The Palace and its gardens were built to be the Summer Residence of the Queen of Prussia, Sophie Charlotte.



Kaiser Wilhelm Memorial Church
The Kaiser Wilhelm Memorial Church is another piece of history that remains alive in Berlin. The church was heavily damaged during the war and its 5 bells, the largest in Germany after the bells of the Cologne Cathedral, were melted to become ammunition. The Church was restored but much of its ruins were kept as an eternal symbol of the war horror in Berlin.



Checkpoint Charlie
Checkpoint Charlie was the most famous crossing point between East and West Germany. Because of that, in addition to being an important landmark from the Cold War, it was also a very common point of attempts to escape from the East - occupied by Communist Russia - to the west - seeing as the democratic side and occupied by the United States, United Kingdom and France. The Checkpoint itself is not at all impressive, but because it is of historical importance it continues to attract millions of tourists.



3 comentários

  1. Respostas
    1. Ja :-) danke für die Photos Grzéski! All credits to you!

      Excluir
  2. Que legal o seu post Milena! Realmente esses pontos turísticos são muito lindos e acredito que representam bem a cidade de Berlim! Arrasou! Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir